Conselho dos 9 Cardeais estuda criação de novas congregações

POSTADO EM 16 de Setembro de 2015

Cidade do Vaticano (RV) – Conclui-se esta quarta-feira (16) a XI Reunião do Conselho dos Cardeais, instituído pelo Papa Francisco para coadjuvá-lo no governo da Igreja. Entre os vários temas tratados está a criação de duas novas Congregações: “leigos, família e vida” e “caridade, justiça e paz”.

Novas congregações

A este propósito o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi SJ, explicou que foi estudada a proposta de criação de uma nova Congregação dedicada aos “leigos, família e vida”, e que foi apresentada ao Santo Padre, mas não sem antes ouvir o Cardeal Dionigi Tettamanzi, encarregado pelo Papa nos meses passados para aprofundar a viabilidade do projeto.

Foi analisada ainda a proposta de criação de uma Congregação dedicada à “caridade, justiça e paz”, tema que deverá ser ainda amadurecido, antes de se transformar em uma proposta conclusiva por parte do Conselho.

Nomeação de novos bispos

O procedimento para a nomeação dos novos bispos, mais especificamente no que tange à qualidade e requisitos dos candidatos à luz das exigências do mundo de hoje, também esteve na pauta dos debates da reunião do C9. O tema deverá ser aprofundado e desenvolvido pelos dicastérios pertinentes.

Secretaria de Comunicação

Por outro lado, o Prefeito da nova Secretaria para a Comunicação, Mons. Mario Viganò, manifestou-se no encontro, relatando aos Cardeais os primeiros passos realizados para a consolidação do novo organismo e, em particular, a nomeação de um grupo para a elaboração dos Estatutos da nova Secretaria, formado por representantes das instituições envolvidas. Neste trabalho, particular atenção será dada para a avaliação dos aspectos jurídicos e administrativos das atividades de comunicação da Santa Sé. Sucessivamente serão elaborados os regulamentos. Os Cardeais foram unânimes na aprovação dos passos consolidados, reiterando, que não obstante o avanço, devem ser definidas o mais breve possível linhas precisas de comportamento às instituições envolvidas, para que – como pede o Motu proprio – a reforma proceda com decisão para uma integração e gestão unitária.

Abuso de menores

Também foi abordado o tema proposto na última sessão do Conselho a respeito do abuso de menores. A este propósito, passou-se à concretização das sugestões feitas, em particular no que diz respeito à possibilidade de uma maior agilização nas tratativas referentes aos numerosos casos ainda pendentes.

Foi retomada também o trabalho sobre o esboço de preâmbulo da nova Constituição.

O Cardeal Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga esteve ausente da reunião por motivos de saúde. A próxima sessão do C9 está prevista para os dias 10 à 12 de dezembro. (JE)

 

(from Vatican Radio)

© Copyright 2018. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil