O drama dos cristãos do Médio Oriente recordado na Califórnia - Terramoto de sofrimentos

POSTADO EM 04 de AGOSTO de 2015

«Há demasiados anos o Médio Oriente» está a ser «abalado até pelosalicerces por um terramoto que parece nunca acabar» e que «aumenta a própriaintensidade dia a dia, causando dor e sofrimento, sobretudo aos mais pequeninose pobres, entre os quais os nossos irmãos e irmãs cristãos». Assim o cardealLeonardo Sandri se dirigiu, na tarde de sábado 1 de Agosto, aos fiéisgreco-melquitas residentes na Califórnia.

O prefeito da Congregação para as Igrejas orientais foi aos EstadosUnidos da América para uma visita de dois dias às comunidades locaisgreco-melquita e arménia. No primeiro dia, sábado, presidiu à divina liturgiapara a leitura do decreto com o qual a Igreja de Santa Ana em Los Angeles foielevada à categoria de co-catedral da eparquia de Newton dos greco-melquitas.«Como crentes – disse na homilia – estamos certos de que a história está nasmãos de Deus, que não esquece nenhum dos seus filhos, e que portanto as forçasque determinam o sofrimento do Médio Oriente não são eternas e deverãosucumbir».

No domingo, dia 2, o purpurado participou na solene liturgia arméniadurante a qual foi lida a disposição pontifícia com a qual a sede da eparquiaarménia católica de Our Lady of Nareg foi transferida de Nova Iorquepara Glendale, na Califórnia, e a igreja de São Gregório o Iluminador foielevada a catedral.

© Copyright 2018. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil